Ladeira da Misericórdia, no Centro, é tombado pelo Iphan

Um dos últimos marcos históricos dos primeiros anos de existência da cidade do Rio de Janeiro, a Ladeira da Misericórdia, no Castelo, é agora tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e patrimônio cultural brasileiro. Ponto final de um processo que corria desde 1955.

O trecho de apenas 40 metros, recoberto de pedras no estilo pé de moleque colocadas pelos escravos, foi criado em 1567, apenas dois anos após a fundação da cidade por Estácio de Sá, no Morro cara de Cão, na Urca, por Estácio de Sá. Criada para dar acesso ao Morro do Castelo, foi a primeira via pavimentada da cidade.

A ladeira faz parte do conjunto arquitetônico da Misericórdia, ao lado da Rua e do Largo da Misericórdia.

G1

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed.Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.



%d blogueiros gostam disto: